segunda-feira, 13 de agosto de 2012

População reprova novo trajeto de ônibus em João Pessoa

Fonte: Interjornal
Foto: JC Barboza

Desde sábado (11), cinco linhas de ônibus que atendem a orla de Tambaú, em João Pessoa, mudaram de itinerário, deixando de circular pela Avenida Almirante Tamandaré, no trecho entre as avenidas Nego e Ruy Carneiro. A parada que fica próxima ao Hotel Tambaú foi transferida para a Avenida Ruy Carneiro, próximo ao Mercado Público. A mudança não agradou a população que reclama da falta de segurança no percurso para a nova parada que fica a cerca de 500 metros da antiga.


As linhas 510, 513, 5600, 5603 e 5605 ao sair da Epitácio Pessoa seguiram em frente, pela Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, até chegar à Avenida Ruy Carneiro, seguindo para a Avenida João Maurício, em Manaíra, e retornando ao itinerário normal. De acordo com a Superintendência Executiva da Mobilidade Urbana (Semob) o percurso feito pela Avenida Almirante Tamandaré tem provocado atrasos constantes nas viagens e reclamações de motoristas e usuários devido ao tempo que se perde no congestionamento em horário de pico.

Além do atraso nas viagens, outro problema detectado pelos técnicos da Semob é a dificuldade que os veículos têm para realizar a manobra na esquina das avenidas Nego e Tamandaré, já que nesse ponto há um grande fluxo de pedestres e carros nos fins de semana.

Para a auxiliar de serviços gerais Silvia Martins a alteração traz complicações para quem trabalha na região e precisa pegar ônibus durante a noite pela falta de segurança na área. “Esse trecho é muito esquisito, para a gente que sai a noite do trabalho é muito perigoso ter que andar até o mercado.”, comenta. O carteiro Alisson Dantas acrescenta que uma mudança é necessária devido ao mau cheiro causado por restos de peixes deixados pelos pescadores que trabalham nas proximidades, no entanto seria preferível que a parada fosse colocada mais próximo ao Hotel Tambaú por questões de segurança para os usuários do transporte.

A Semob afirma que essa mudança será monitorada durante 15 dias pela equipe de fiscalização. Se o resultado desejado for obtido, a Semob vai manter a modificação; caso contrário, serão feitos ajustes necessários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO! - Os comentários são realizados por qualquer visitante, e não representam de forma alguma a opinião de toda ou parte da equipe do Portal Ônibus Paraibanos.

Comentem de forma educada e responsável :)