segunda-feira, 31 de outubro de 2011

A antiga Rodoviária de João Pessoa

Por Kristofer Oliveira
(Reprodução textual FlogMe RotaBus PB)

Em quase toda existência de João Pessoa, a principal entrada da cidade foi através do porto no Sanhauá, ou seja, através de embarcações fluviais. Após a desativação do Porto do Capim e a transferência do porto para Cabedelo, a construção de diversas estradas e a revitalização das existentes, principalmente a que liga a capital paraibana a pernambucana, paralelo ao ganho de força do transporte terrestre, a rodoviária passou a ser a principal porta de entrada da cidade. Conheça aqui a história do antigo Terminal Rodoviário de João Pessoa!




Na última década, João Pessoa teve 3 terminais rodoviários. Na postagem "Terminais e garagens desativadas" foi ressaltado que existia em frente ao Porto do Capim no Varadouro um pequeno terminal com as "Sôpas", que levavam os passageiros para o interior do estado. A partir de 1982, o terminal rodoviário atual por nome de "Severino Camêlo" (em homenagem ao fundador da Viação Bonfim, pioneiro do transporte na Paraíba) foi inaugurado e continua a funcionar. Entre o período que resultou na desativação do Porto do Capim e a inauguração da atual rodoviária em 1982, o Terminal Rodoviário funcionou no centro de João Pessoa.

Localização da antiga (circulada em amarelo) e atual (destacada em vermelho) rodoviária

Localizado na Rua Eugênio Toscano, paralelo a Rua Irineu Pinto (Rua em que os ônibus de Santa Rita e Bayeux dobram a direita após sair da Av General Osório) e Rua da República, o terminal rodoviário pessoense funcionou por algumas décadas nesta localidade. Por um tempo deu conta do recado, mas as reclamações quanto a sua localidade, estrutura e segurança foram notórios na década de 70. Entre 1977 e 1978, o governo estadual planeja mudar o local da rodoviária, e promete construir uma mais moderna.


Extinta Expresso Guarabirense no embarque

Real Bus e Cometa (empresa-materna da Transparaíba e Transnorte)

Expresso Nacional de Luxo

À direita, Viação Rio Tinto; à esquerda, EV Bonfim; ao centro, Expresso Paraibano

Em 1982, a antiga rodoviária foi desativada e ficou a promessa do proprietário do prédio, Adamastor Chaves, de que o local seria revitalizado e transformado numa espécie de "Shopping Center" para relocar comerciantes mal instalados no centro pessoense. Atualmente, a edificação se encontra praticamente abandonada, salvo alguns pequenos comércios que funcionam no térreo. No mais, o local é um dos principais pontos de comercialização e consumo de drogas do centro pessoense. Onde ficavam as plataformas e os ônibus em repouso, atualmente serve como estacionamento de veículos, uma vez que as ruas circunvizinhas possuem uma quantidade de comércio considerável e estacionar nas ruas do centro é uma missão difícil.

A antiga rodoviária em 1982

A antiga rodoviária num registro atualmente, 2011




É lamentável que um local que tem uma grande importância histórica, sobretudo para a busologia, se encontre nessa situação. Infelizmente é o reflexo da nossa sociedade, e conseqüentemente, dos nossos governantes, em não valorizar o nosso passado ao descartar e tratar com descasos locais como esse. Bem que o local poderia ser um museu da história do transporte paraibano... O Grupo Paraíba Bus Team ® & Paraíba Bus apóia essa ideia!!!

O atual Terminal Rodoviário de João Pessoa numa foto pouco tempo depois de sua inauguração

Um comentário:

  1. Parabéns pelo trabalho. O proprietário foi ADAMASTOR CAVALCANTI, meu pai. Ele faleceu há 16 anos e, realmente, se tivesse vivo a rodoviária, projeto ainda do meu avô, estaria melhor. Mas temos um plano sim de revitalizar aquela área(quem sabe um memorial também...) Aquilo foi uma epopéia. Um abraço. Eduardo C. de Mello ( ecmello@terra.com.br)

    ResponderExcluir

ATENÇÃO! - Os comentários são realizados por qualquer visitante, e não representam de forma alguma a opinião de toda ou parte da equipe do Portal Ônibus Paraibanos.

Comentem de forma educada e responsável :)